PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA E CULTURA DE PAZ

  1. ☼ Garantir a transversalidade da perspectiva racial e de gênero nas medidas de prevenção da violência urbana;

  2. ☼ Financiar cursos de formação complementar de servidores de órgãos de segurança (policiais civis, militares e agentes penitenciários) que atuam na cidade, fundamentados na promoção da democracia, na garantia de direitos e na defesa das liberdades;

  3. ☼ Criar, em conjunto com o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, a Defensoria Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil/RJ, o Conselho Regional de Psicologia e o Conselho Regional de Serviço Social, centros de mediação de conflitos. voltados para a elaboração de métodos coletivos de soluções não penais para a resolução de conflitos urbanos em todas as regiões administrativas da cidade, notadamente naquelas que registrarem maiores índices de violência;

  4. ☼ Implementar programas de prevenção primária para a juventude e suas famílias em conjunto com as demais secretarias municipais: programas de acesso a saúde, educação, cultura, esporte, qualificação profissional, emprego e renda;

  5. ☼ Investir em programas de prevenção da exploração sexual infanto-juvenil, trabalhando em parceria com a Câmara Metropolitana, o Governo do Estado e a União;

  6. ☼ Criar, em parceria com o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, a Defensoria Pública, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), a Ordem dos Advogados do Brasil/RJ, o Conselho Regional de Psicologia e o Conselho Regional de Serviço Social, programas que ofereçam ao jovem envolvido em atividades ilícitas uma nova alternativa de vida, garantindo cursos profissionalizantes e programas de emprego e renda para os participantes, bem como serviços de assistência social e psicológica para as famílias.

© 2020 Jeanne Souza Lima. Criado orgulhosamente por Gestamobilidade.com.br